Prêmios e exposições do Artista

1951 – Prêmio de desenho na Bienal de São Paulo, com “O Cangaceiro”.

1953 – Pintores Brasileiros, Tóquio, Japão.

1954 – Gravuras Brasileira, Genebra, Suíça.

1955 – Bienal Internacional de Desenho e Gravura de Lugano, Suíça.

1956 – Medalha de Ouro no V Salão Nacional de Arte Moderna no Rio de Janeiro, XXVIII Bienal de Veneza, Itália – Prêmio “Presidente Dei Consigli dei Ministeri”, atribuído ao melhor desenhista internacional.

1957 – Exposição de gravuras no “Circolo dei Principi”, Roma, Itália, com "Lívio Abramo", - VI Salão de Arte Moderna, Rio de Janeiro.

1958 – Festival Internacional de Arte, Festival Galleries, Nova Iorque, Estados Unidos, VIII Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro.

1959 – Prêmio de viagem ao Exterior do VIII Salão de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Exposição individual no Museu de Arte Moderna da Bahia.

1960 – Exposição coletiva Artistas Brasileiros e Americanos, Museu de Arte de São Paulo.

1961 – Exposição de desenhos e litografias na Sociedade Nacional de Belas Artes, em Lisboa, Portugal.

1962 – Exposição individual na Sala Nebili, Madri, Espanha, Exposição coletiva “Brasilianische Kunstler der Gegenwart”, Kassel, Alemanha.

1965 – Exposição individual no Instituto de Arte Contemporânea, Lima, Peru.

1968 – Primeiro prêmio por grafia na Bienal Internacional de Veneza de 1946 a 1966.

1970 – Panorama da Arte Atual Brasileira – Pintura 70, Museu de Arte Moderna de São Paulo.

1975 - XIII Bienal de São Paulo – Sala Brasileira.

1978 - Retrospectiva "19 pintores", no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

1980 – Exposição circulante, coletiva, no Museu de Arte Moderna de São Paulo, Coletiva 48 artistas, na Pinacoteca do Estado, São Paulo.

1981 – Exposição de pinturas, desenhos e esculturas no Museu de Arte da Bahia.

1982 – Internacional Arte Expo, Estocolmo, Suécia.

1984 – Coletiva – "A Cor e o Desenho no Brasil", Museu de Arte Moderna de São Paulo, Individual de pintura, desenho e gravura – "Arte Amazônica", Nova Iorque, Estados Unidos, "Tradição e Ruptura" – Fundação Bienal de São Paulo.

1985 – Lançamento do livro “Aldemir Martins, Linha, Cor e Forma”.

1988 – Comemoração de 30 anos da SCAP – Sociedade Cearense de Artistas Plásticos - Fortaleza, Ceará, "Os Muros de Maison Vogue", MASP – Museu de Arte de São Paulo

1989 – "O Nordeste de Aldemir Martins", Espace Latin-American, Paris, França.

2005 - "Sete décadas de Sucessos Artísticos" – 1945-2005 - O MASP inaugura exposição retrospectiva de Aldemir Martins e promove o lançamento do livro do pintor e gravador brasileiro, conhecido pelos seus temas do nordeste, animais e mulheres. A retrospectiva de um dos artista brasileiro vivo foi uma homenagem do Masp a Aldemir Martins, por suas sete décadas de produção artística.

Sobre a loja

Loja virtual do Aldemir Martins, um artista plástico brasileiro, ilustrador, pintor e escultor autodidata, de grande renome e fama no país e exterior. São vendidas todos os tipos de arte feito por ele, como gravuras, pinturas, esculturas, giclée e até livros a respeito de sua história e de suas obras.

Pague com
  • PagSeguro
Selos

Pedro Martins - CPF: 667.333.167-49 © Todos os direitos reservados. 2017